May
16
2009
0

Tupiniquins Parte 13

O Gigante comedor de gente.

Será que o plano da bonequinha deu errado? 

Descubram aqui.

Share
May
09
2009
0

Tupiniquins Parte 12

Prestem atenção!“Prestem atenção!”

A boneca explica tudo. Mas o papagaio parece não dar ouvidos.

E o herói? Saiba aqui.

Share
May
04
2009
0

Tupiniquins Parte 11

O Herói.

O Herói.

Clique aqui para ler.

Desculpem o atraso. Foi por causa da gripe e do IR.

Com a chegada do herói o grupo está completo e caminhamos para o defecho.

Ai! que preguiça!…

Share
Apr
26
2009
0

Tupiniquins Parte 10

Já foram dez partes!!

Não falta muito agora.

Os tupiniquins contratacam

Os tupiniquins contratacam

Clique aqui ou na imagem para ler.

Share
Apr
18
2009
0

Tupiniquins Parte 09

Nada como ser amigo do Rei.

Nada como ser amigo do Rei.

Clique aqui ou na imagem para ver porque Peri está tão cabisbaixo.

Share
Apr
12
2009
0

Tupiniquins Parte 08

Um certo Capitão Rodrigo.

Um certo Capitão Rodrigo.

E nossos amigos chegam aos Pampas.

Clique aqui e veja o que encontram por lá.

Share
Apr
04
2009
0

Tupiniquins Parte 07

Pobre bonequinha...

Pobre bonequinha...

Clique rápido aqui para descobrir o que aconteceu!!!

Share
Mar
31
2009
0

Cansado

Saiu o meu conto “Cansado” aqui.

Entrem, deixem sua nota.

O mesmo conto foi publicado em outros portais que constam na tela de links aqui do blog.

Share
Mar
28
2009
0

Tupiniquins parte 06

Pasárgada

Vou-me Embora para Pasárgada

Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomarei banhos de mar!
E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d’água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar
Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar

E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.

Manuel Bandeira

Share
Mar
21
2009
0

Tupiniquins Parte 05

Lembram dele?Lembram dele?

Parte 05 dentro do prazo. :)

Todo o sábado uma nova parte da história.

Cliquem no papagaio depenado e saibam o que mais acontecerá aos bravos pirlimponautas.

Share

Powered by WordPress | Theme: Aeros 2.0 by TheBuckmaker.com