Feb
25
2010
3

Dane Cook

Dane Cook é um comediante relativamente novo que vem fazendo grande sucesso naquilo que eles fazem de melhor por lá, stand up comedy.

Ele é o mais recente representante dos grande comediantes que lotam estádios e grandes teatros por lá. Seguindo os passos de Steve Martin, Richard Pryor, George Carlin, Eddie Murphie, entre outros.

Abaixo está um show dele na íntegra, chamado Vicious Circle.

Desde que assisti Delirious e Raw do Eddie Murphie eu não ria tanto.

Share
Feb
23
2010
1

Músicas

Um apanhado.

Röyksopp – What Else Is There?: Está no filme Cashback, que eu também recomendo. Pra ser sincero não curti as outras músicas desta dupla norueguesa, mas esta é muito boa.

Mastodon – Cut you up with a linoleum knife: Esta música está no filme do Aqua Teen. Aqua Teen é um desenho insano do Adult Swim.

Mas eu apreciaria um aviso no mesmo tom antes de todos filmes. Não sou fã deste estilo de metal, mas é certamente uma das melhores formas de expressar o quanto NÃO se gosta de algo.

Os membros da banda se divertiram na gravação. Neste vídeo tem até umas estrofes que ficaram de fora da letra final. 🙂

The Last Time: Para aliviar a tensão, uma musiquinha bem leve e bonitinha, com uma letra mais positiva.

Lucy Kinsley é uma ilustradora e quadrinista americana que descobri, buscando por quadrinhos online para minha coluna HQ Digital.

Fuçando seu site descobri que ela também faz música.

Bad Apple: Uma animação bem interessante feita de silhuetas de personagens de anime. A música é legal e tinha tudo pra ser uma abertura de desenho.

Falando em desenhos japoneses, listo alguns:

Gantz, Elfen Lied, Robotech, Cruzador Estelar Yamato, Don Drácula.

Pra finalizar, talvez a melhor montagem de anime com músicas alheias, dentre as milhares que vemos no youtube.

Evangelion + Engel – Rammstein: Não apenas a montagem está bem feita, com as cenas batendo legal com o ritmo da música, até mesmo as bocas dos personagens, como a letra tem muito a ver com o desenho.

Share
Feb
18
2010
0

Gênesis de Robert Crumb

Robert Crumb ficou famoso por seus quadrinhos humorísticos, invariavelmente envolvendo sexo, drogas, loucura entre outras características que nunca o colocariam numa lista de prováveis autores de uma adaptação da Bíblia, ou qualquer obra religiosa, ao menos não como um trabalho sóbrio.

Mas eis que no ano passado ele surpreendeu a todos com sua versão do Gênesis.

Ele quadrinisou todo o livro, e o fez buscando ser o mais fiel possível ao texto, tendo utilizado diversas versões do livro para poder comparar as passagens e inclusive diz ser há anos um entusiasta do tema, tendo lido livros de estudiosos sobre o assunto.

Desta forma, o que Crumb fez foi dividir o texto bíblico e ilustrar em forma de quadrinhos, cada passagem da narrativa. O texto possui várias observações de rodapé onde o autor explica alguns significados de nomes e outras curiosidades. No final do livro ele ainda comentou quase todos os capítulos, justificando as razões por ter retratado, ou escrito tais passagens de uma forma ou de outra.

Nunca li a Bíblia, apenas trechos. Sei que se tentasse ler de cabo a rabo, não seria agradável e acabaria não absorvendo quase nada, em muito pela forma com está escrita e porque para compreender muitos dos trechos é preciso um conhecimento paralelo que eu não possuo. Crumb resolveu este problema, ao menos no livro do Gênesis.

O formato de quadrinhos já suaviza muito o texto, tornando-o mais fácil de se compreender. Isto, somado aos comentários e observações, torna a leitura não apenas prazeirosa como interessante e instigante.

Não sei se ele pretende seguir adaptando outros livros da Bíblia, mas adoraria se o fizesse. No mínimo apontou um filão que outros quadrinistas podem vir a explorar.

Clique na foto para saber mais sobre o autor.

Em geral as adaptações da Bíblia para quadrinhos, se resumem a trechos curtos, voltados para crianças, com linguajar adaptado, e ou resumidos.

Crumb foi imparcial, mantendo o texto o mais livre possível de interpretações, modernizações, ou censuras.

Share
Feb
12
2010
3

Calor da Muléstia

Suando por poros nunca dantes transpirados

Suando por poros nunca dantes transpirados

Mas não estou tão parado assim, minha coluna no Ambrosia segue de vento em popa e tenho preparado novas postagens, por demais extensas. Contudo, no calor me comporto como o Jaiminho e “evito a fadiga”.

No que diz respeito à busca por imóveis, em breve o Rio será a Dubai da américa latina. O calorão já temos, imóveis caros também, só que nenhum mega projeto arquitetônico, cheio de favelas e gente escutando música ruim aos berros.

Share
Feb
07
2010
0

Hell and Fire were spawned to be released…

Um serviço de utilidade pública:

O mapa do inferno, pros que desejam cultuar Azathoth, ou evitar o chaosium.

Share

Powered by WordPress | Theme: Aeros 2.0 by TheBuckmaker.com